GoldEUR 0.00   per gram
SilverEUR 0.00   per gram

Quando o ouro começou a ser utilizado

Ele servia para a fabricação de utensílios domésticos como facas, jarras, ouro 27tigelas, copos, etc. Ao longo do tempo, a civilização começou a perceber que o preço do ouro era muito mais do que apenas uma matéria-prima como era visto até então, pois ele é maleável, dúctil, não oxida e combina com outros metais facilmente, por tudo isso, sempre foi valorizado por diversas sociedades ao longo da história.

Em meados do século XVIII, adquiriu um estatuto monetário universal, apesar de já ser utilizado como moeda de troca desde o ano 3000 a.C., tendo sua importância elevada nesta época. O ouro é escasso no mundo todo, a procura é maior do que a oferta e também por isso ele se torna mais caro, além de servir para muitas coisas, desde objetos decorativos a adornos. Seu maior valor está no fato de ser um dos investimentos mais seguros do mercado dos negócios e garantir aos países que possuem boas reservas do metal, estabilidade diante das crises financeiras. Quanto maiores forem as reservas em ouro de um país, menor será o risco de que ele perca suas reservas monetárias. Um exemplo disso foi a valorização do ouro nos últimos tempos, a instabilidade econômica e a insegurança mundial fizeram com que o metal tivesse valorização de 15,26% no período – mais que o dobro do verificado no Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa), que subiu 7,4% no ano. Então, fica provado que o ouro desempenhou papel fundamental e ainda hoje é objeto de segurança para os investidores, sendo ótima opção de investimento sobretudo em tempos de crise. Além disso, as reservas servem como garantia, facilitando aquisição de empréstimos.

Onde o Ouro pode ser encontrado

ouro 29O ouro na forma nativa é encontrado, geralmente no lodo e em depósitos aluviais. Os maiores filões de ouro do mundo localizam-se na África do Sul, onde estão misturados com depósitos de quartzo. Por vezes, o ouro aparece em pirites e pirrotitas, sendo obtido como produto secundário durante a extração do cobre, prata, chumbo, zinco ou níquel. Embora em quantidades muito pequenas, o ouro também existe na água do mar, estimando-se que nos oceanos e mares de todo o mundo existam cerca de 70 milhões de toneladas deste elemento. Parece muito, mas para ilustrar, podemos dizer que as águas do mar contêm cerca de 1 Kg de ouro a cada 8,3 bilhões de litros, ou ainda, podemos citar a crosta terrestre, onde a concentração é de cerca de 1 Kg do metal a cada 200 000 toneladas de massa sólida (litosfera). As grandes minas possuem concentração de 1 Kg a cada 334 toneladas.

O ouro já foi e ainda é explorado no mundo todo e hoje em dia a maior parte do ouro é destinado às reservas de países. Vejamos quais são os dez países com maior concentração deste metal:
Índia – apesar de não ser um dos países mais ricos do mundo, é sem dúvidas, o mais populoso e, por isso, possui uma vasta economia, logo, não é de se surpreender que ela possua uma grande quantidade de reservas de ouro, chegando a um total de 557.7 toneladas.

 

 

Holanda – é um país pequeno, porém vem se destacando no mercado econômico, tornando-se forte em relação a outros países. As reservas de ouro são cruciais para esta nação desde que seu destino é fortemente vinculado ao comércio exterior, possui atualmente cerca de 612.5 toneladas de ouro.
Japão – apesar de ser um país muito bem desenvolvido e com uma grande população, o Japão possui uma moeda notoriamente fraca, e ter uma grande reserva de ouro é o que garantirá ao país estabilidade caso se instale uma crise, já que o iene (moeda japonesa) tem valor baixíssimo em comparação com outras moedas. O país conta hoje com aproximadamente 765.2 toneladas de ouro.

Suíça – conhecida atualmente como a “banqueira do mundo”, não é nenhuma surpresa que este país esteja nesta seleção. Enfim, com tal indústria bancária enorme, é natural que os suíços foram capazes de reunir grandes quantidades de ouro, sendo 1040 toneladas de ouro associadas a este país.
China – a potência econômica asiática tem sido extremamente positiva ao longo das últimas décadas, tornando-se o maior exportador do mundo. O desempenho sólido da China permitiu subir rapidamente na hierarquia, possuindo hoje, 1054 toneladas de ouro.

Rússia – o maior país do mundo não tem a economia mais forte, mas o governo visa recuperar sua posição na economia do mercado mundial. Hoje o país, que sempre tem muito de tudo, conta com 1168 toneladas de ouro em seus cofres.

França – a França não é a única jogadora importante na economia mundial, mas é, sem dúvidas, um dos pilares da União Europeia. Como tal, empenhou grande esforço para adquirir estabilidade financeira, e tem 2435 toneladas de ouro.
Itália – Pelos acontecimentos dos últimos anos, não é de se esperar que este país esteja nesta seleção, e muito menos sendo um dos primeiros na seleção dos dez países com as maiores reservas de ouro no mundo, com 2451 toneladas de ouro. No entanto, apesar dos problemas econômicos recentes, o Banco Central italiano ainda comanda algumas das maiores reservas de ouro do mundo.
Alemanha – o país, além de conhecido por ser muito organizado, possui a economia mais poderosa da Europa. O governo alemão sempre fez questão de assegurar que suas reservas de ouro se mantivessem elevadas, algo que compensou nos últimos anos; pois hoje a Alemanha conta com nada menos do que 3384 toneladas do metal.
Estados Unidos – como não poderia deixar de ser, a posição de líder na seleção é dos Estados Unidos, com 8133 toneladas. A reserva federal de ouro deste país é, de longe, a maior do mundo. No caso dos Estados Unidos, manter um grande depósito se faz necessário, desde que este país possui tremendas obrigações de dívida e uma moeda que é usada por todo o mundo no comércio exterior.

Se você está pensando em investir em ouro, além do que já foi dito, precisa saber de algumas coisas sobre este mercado, se inteirar de como tudo funciona para fazer um investimento seguro e que caiba dentro de seu orçamento.

Primeiramente é importante saber quem pode investir em ouro e como este investimento é feito. Qualquer pessoa pode investir fundos em ouro e há basicamente três formas de se investir: a primeira é adquirir ouro na Bolsa de Valores, em lotes de 250g. Para isso, é preciso buscar uma corretora de valores que seja apta a trabalhar neste ramo. Outra possibilidade é em um fundo de investimentos, o que pode ser mais complicado por não haver muita liberdade de entrada e saída. Já a compra física do ouro se dá por meio de empresas autorizadas pelo Banco Central e pode ser feita inclusive via comércio eletrônico, pagando um boleto e recebendo a compra no endereço desejado. O risco que se corre é o fato de o metal não estar guardado em uma instituição financeira. Esse tipo de investimento raramente é procurado por quem quer rentabilidade imediata, mas pelos que desejam proteção contra oscilações futuras de moedas ou desconfiam da rentabilidade do segmento de renda fixa.

Como o valor do ouro é definido.

ouro 28Até agora, quem define o valor do ouro é a London Gold Market Fixing, entidade reguladora com sede em Londres. Todos os dias, os cinco bancos internacionais que compõem a London Gold Market Fixing (HSBC, Deutsche Bank, Scotiabank, Barclays e Société Générale) se reúnem por videoconferência às 10h30 e às 15h00, hora de Londres, para fixar este valor. Quando o interesse conflui, os membros definem quantas barras de ouro de 400 onças (12,4Kg) – cujo valor unitário ronda os 531.600 dólares a preços correntes – pretendem negociar. O presidente ajusta o preço e os bancos reformulam as suas ordens até a diferença entre os pedidos de compra e venda ser inferior a 50 barras, fixando-se então o preço de referência. Este processo dura menos de 15 minutos e não é particularmente lucrativo para os bancos, que normalmente cobram aos clientes um valor entre os 5 e os 10 cêntimos de dólar por onça (equivalente a 31,1 gramas) acima do preço de referência.
A pureza do ouro é medida em quilates. Alguns países marcam o ouro com um número de três dígitos que equivale a milésimos de ouro. Neste sistema, “750” significa 750/1000 ouro (igual a 18K), “500” significa 500/1000 ouro (igual a 12K).

Se você está pensando em se tornar um investidor no mercado do ouro, estas são dicas importantes para começar seu investimento. Como vimos, o ouro pode ser bastante lucrativo, mas geralmente não é um lucro que chega em curto prazo. Como a maior parte dos investimentos, é necessário ter paciência e cautela para analisar bem o mercado antes de começar a comprar, perceber qual é o momento mais propício e o que os especialistas dizem sobre o futuro deste investimento. No mercado atual ele está muito procurado, bem valorizado, e justamente por isso, o valor de compra está alto.

Para saber mais do preço do ouro visite o site